Finlândia


The Economist - https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude

No programa de cuidados de Helsinque, quatro mil idosos possuem equipamentos em casa que vão de pulseira com GPS, detector de quedas, botão de alarme e linha telefônica ligada com assistentes sociais

De um escritório na periferia de Helsinque, uma assistente social tagarela está se encontrando com seis idosos de diferentes pontos da cidade para um almoço virtual - via tablets nas mesas da cozinha dos idosos. Pela meia hora seguinte, ela conversa com eles sobre como está sendo seu dia, pergunta sobre a saúde e recomenda que tomem sempre muito líquido, pois a desidratação é particularmente perigosa nessa idade (torna os idosos mais propensos a quedas, entre outras coisas). Copos de água e leite são erguidos num brinde.

O grupo de almoço virtual é parte do programa de cuidados à distância com idosos mantido por Helsinque. Enquanto muitos países com crescente população de idosos estão construindo mais casas de repouso, a Finlândia...

Please reload

Plenitude Ativa/Inês Rioto

Morar 60 mais - PNG.png

São Paulo/Brasil

Todos os direitos reservados

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon