• Ines Rioto

"Nunca gostei de musculação, mas malhar acabou com as dores no meu corpo"


Elcio Padovez - UOL VivaBem - 25/02/2019

A relação de Maria Helena, 73, com a dor crônica é de longa data. Desde os 30 anos de idade, a psicóloga paulistana sofre com incômodos na região lombar e nos joelhos. Como sempre ouviu que para amenizar os sintomas era importante se manter ativa, ela tentou de tudo: de hidroginástica até Tai Chi Chuan, arte marcial chinesa conhecida pela riqueza de movimentos e alongamentos. Só que, em vez de melhoras, o que se via era uma Maria que chegava cada vez mais cansada e dolorida em casa, e que tinha também problemas para se manter sentada muitas horas no consultório. Ela só encontrou seu "remédio físico" aos 66 anos, em um lugar que nunca pensou em frequentar: a sala de musculação. ... -

"Eu usava cinta na lombar porque não aguentava de dor. Sempre sofri muito, até um médico me dizer que optei pelas atividades erradas a vida inteira. O que eu precisava era fazer fortalecimento muscular para proteger a coluna e também investir em caminhada, para cuidar das dores no joelho", conta Maria. Há sete anos, ela entrou pela primeira vez em uma academia, não com a intenção de ficar forte ou ganhar músculos, mas para buscar mais qualidade de vida. E depois de pouco tempo nunca mais sentiu dores na lombar. Ela conseguiu isso fazendo, duas vezes por semana, exercícios que trabalham o core --região formada por quadril, lombar e abdômen (veja uma série com 5 exercícios para trabalha... exercícios que trabalham o core --região formada por quadril, lombar e abdômen (veja uma série com 5 exercícios para trabalhar o core e evitar a dor lombar).... ( https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2019/02/06/dor-lombar-5-exercicios-para-fortalecer-a-regiao-e-evitar-desconfortos.htm )

O termo core pode lembrar coração. Mas, não há relação direta entre o órgão responsável pelo bombeamento de sangue e esse conjunto de músculos localizado entre o abdômen e o quadril. Mais do que um grupo muscular, o core pode ser visto como o centro de equilíbrio do corpo. Vem daí seu nome. A palavra, em inglês, significa núcleo, ou miolo, e passou a ser adotada para denominar a região graças à sua localização central. Em 1940, o casal de cientistas americanos Henry e Florence Kendall descreveu em um livro que parte da nossa musculatura era responsável pela manutenção do alinhamento da região vertebral.

Fato é que todos eles, sem a menor exceção, precisam se manter fortes, o que nem sempre acontece. O trabalho é em grupo, por assim dizer. Cuidar do core é um dos jeitos mais certeiros até de afastar as dores nas costas que, segundo o Ministério da Saúde, acometem perto de 30 milhões de brasileiros e são, atualmente, a maior causa de afastamento do trabalho. Conheça mais detalhes sobre esse grupo de músculos tão importante e sete ótimos exercícios para fortalecê-lo. Os movimentos foram sugeridos pela professora de pilates e fisioterapeuta Claudia Leone, de São Paulo (converse com seu treinador para incluí-los na sua rotina).

https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2019/02/25/nunca-gostei-de-musculacao-mas-treino-ajudou-a-acabar-com-dor-no-corpo.htm?utm_source=facebook&utm_medium=social-media&utm_campaign=uol&utm_content=geral


Plenitude Ativa/Inês Rioto

Morar 60 mais - PNG.png

São Paulo/Brasil

Todos os direitos reservados

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon