Projetos

Projetos

G1 -Olha que legal - Por Deutsche Welle 14/06/2019

Quase um quinto dos aposentados na Alemanha corre risco de pobreza. De acordo com parâmetros da União Europeia, está na zona de risco de pobreza quem recebe menos de 60% da renda média, que, para uma pessoa sozinha, é de 999 euros por mês.

Na opinião do cientista político e pesquisador sobre pobreza Christoph Butterwegge, quem dispõe de menos de 999 euros por mês e vive sozinho não está em risco de pobreza, "mas na realidade já é pobre".

Na Alemanha, há mais de 17 milhões de aposentados. Se um em cada cinco for considerado pobre ou em risco de pobreza, isso significa mais de três milhões de pessoas – e, portanto, potenciais clientes da "Obstkäppchen". Em Hennef, a associação ajuda 86 idosos que foram consultados pelo Escritório de Assuntos Sociais e deram o consentimento para participar do projeto.

Contra a solidão

Além da oferta de alimentos saudáveis, há um segundo objetivo: tirar esses idosos da solidão, pelo menos por alguns momentos. M...

Oferecer capacitação em diagnóstico de preparação das cidades para longevidade e em metodologias de gestão por processos e inovação para aprimorar a governança municipal da longevidade

O cargo deve ser exercido em uma das cidades que foi avaliada no IDL 2017.

https://vivermais.institutomongeralaegon.org/curso-gestao-publica-para-longevidade/?utm_source=palestra&utm_medium=e-mail&utm_campaign=news-curso_gestao_publica_07.18&utm_term=

Participe da 8ª edição dos Prêmios Longevidade Bradesco Seguros. São prêmios em dinheiro para reportagens, pesquisas científicas e histórias de vida. Vale para quem é longevo e para quem já está fazendo algo para chegar lá com qualidade de vida.

https://www.vivaalongevidade.com.br/

Pessoas que sofrem com o Mal de Parkinson, distúrbio do sistema nervoso central e que afeta os movimentos, participam de aulas de dança na cidade de Brisbane, na Austrália. As aulas promovem a socialização e incentivam a expressão corporal e artística. O trabalho também explora ritmo, coordenação motora e equilíbrio, melhorando a qualidade de vida das pessoas que sofrem com o Parkinson.

http://g1.globo.com/como-sera/edicoes/2018/08/25.html#!v/6969502

Os Armazéns do Chiado têm, até 17 de março, uma exposição fotográfica chamada "Lisboa a Janela". Trata-se de uma iniciativa da Associação Mais Proximidade Melhor Vida que pretende sensibilizar para a solidão e isolamento de muitos idosos que vivem na Baixa de Lisboa.

.

.

https://www.rtp.pt/noticias/pais/lisboa-a-janela-mostra-idosos-a-viver-isolados-em-pleno-coracao-da-capital_v988085

A Organização sem fins lucrativos Lata 65 está sediada em Lisboa e, desde 2012, já apresentou a arte “transgressora” do graffiti a mais de cem idosos.  No projeto, são realizados workshops (segundo a organização, já foram sete) ministrado por alguns dos melhores artistas urbanos da atualidade.

Dentre os objetivos dos workshops está aproximar os “menos jovens” a uma forma de expressão habitualmente associada aos mais novos e demonstrar que a arte urbana tem o poder de fomentar, promover e valorizar a democratização do acesso à arte contemporânea, pela simplicidade e naturalidade com que atinge as mais variadas faixas etárias.

.

.

http://www.conexaolusofona.org/projeto-em-portugal-ensina-a-idosos-a-arte-do-graffiti-veja-o-resultado/

Please reload

Plenitude Ativa/Inês Rioto

Morar 60 mais - PNG.png

São Paulo/Brasil

Todos os direitos reservados

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon