Llegan a España las guarderías y residencias que juntan a niños y a mayores

Apesar de seu diagnóstico de osteoartrite, Carmen (88 anos) pegou com as mãos, diferentes fios lã colorida para enfiar em cartuchos de café usado e ajuda Asier, 4, para terminar seus "apanhadores de sonho", enquanto ele sobe o caminhante da velha e usa-a como uma cadeira. A cena acontece no último ateliê da manhã do acampamento intergeracional que todo verão organiza a residência dos idosos Amavir Coslada (Madri), em que menores vivem de 6 a 12 anos e moradores que assim o desejarem. Juntos, eles desfrutam de diferentes atividades educacionais e de lazer distribuídas durante a manhã, como cafés da manhã e refeições, artesanato, ginástica, gincanas, bingos e até excursões ... As crianças chegam para começar o dia no começo do dia, e Eles permanecem no centro até o final da tarde. Os residentes esperam por você com uma mistura de excitação e expectativa e olham a cada minuto para a sala autorizada para perguntar se as crianças já chegaram.

 

A teoria intergeracional
 

Os benefícios são mútuos, diz a psicóloga do centro, Isabel Gómez de Salazar. "Está provado que pessoas mais velhas envolvidas em atividades intergeracionais se sentem mais felizes que outras da mesma idade. Além disso, compartilhar com os pequenos certas horas por dia aumenta sua atividade física, cognitiva e social. A interação é real. Sua memória floresce, a concentração aparece, a atenção ... e você para de sentir dor. É incrível. É o caso de Carmen, que, apesar da importante limitação que ela tem nas mãos, o que a torna necessitada de um cabo grosso para exercícios motores, esquece tudo para ajudar o pequeno Asier na oficina da manhã. Então, essa dúvida se encaixa. Os pequenos fazem com que se sintam úteis. "Nós, como profissionais que estão acostumados a trabalhar com eles, vemos como há uma distância profissional que eles não têm com as crianças. E tudo isso promove, sem dúvida, o envelhecimento ativo e saudável ", conclui o psicólogo.

 

Para os menores que participam da atividade - principalmente filhos de trabalhadores e netos ou parentes de moradores, embora esteja aberto para quem quiser -, "não há dúvida de que essas atividades também são uma lição de vida para os pequenos, do que aprendem as experiências e histórias da juventude dos mais velhos. De fato, para as crianças, esse tipo de reunião, diz esse especialista, "faz com que elas pensem, consertem e, em última instância, cresçam.".

 

https://www.abc.es/familia/mayores/abci-llegan-espana-guarderias-y-residencias-juntan-ninos-y-mayores-201807260232_noticia.html?fbclid=IwAR0K7igRjxVfGxcMM7oekynl7eIHByOT7h-XnlSf9TIRmsToHDrnGIPPieU

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Plenitude Ativa/Inês Rioto

Morar 60 mais - PNG.png

São Paulo/Brasil

Todos os direitos reservados

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon